Pesquisa

Filtros


  • Franchising

    16 de Junho de 2021

    Franchising Ativo kids

    Ler
  • Planeta Terra

    21 de Abril de 2021

    Algumas curiosidades sobre o Planeta Azul

    Ler
  • A importância da água

    22 de Março de 2021

    A água no Planeta

    Ler
  • Abertura de lojas

    18 de Março de 2021

    Venda ao postigo

    Ler
  • Rebranding Ativo

    5 de Março de 2021

    A Ativo mudou!

    Ler
  • 2020

  • ... e troque nas lojas físicas.

    15 de Novembro de 2020

    Encomende Online

    Ler
O que é, causas e consequências
4 de Junho de 2021
ativo

Bullying

Hoje em dia, temos ouvido várias notícias nos meios de comunicação social sobre bullying, no meio escolar. É importante os pais estarem atentos aos comportamentos das crianças para tentarem perceber se os seus filhos estão a ser vítimas de bullying ou se são os próprios agressores.

O bullying não é um ato “normal” de ser criança, não os torna mais fortes nem os ajuda a crescer!

Mas, afinal o que é o bullying?

O bullying é a prática de atos de violência física e/ou psicológica que ocorrem de forma repetida e intencional por um ou mais agressores contra uma determinada pessoa.

O bullying está relacionado com um desequilíbrio de poder. As crianças agressoras usam algumas das suas capacidades, por exemplo: força física ou o acesso a alguma informação constrangedora, para controlar, prejudicar e humilhar as outras crianças. Este comportamento repete-se com frequência.

A criança que pratica bullying pode fazê-lo de diversas formas: ameaçar, bater, arranhar, cuspir, roubar, estragar objetos pessoais, chamar nomes, gozar, provocar, excluir, propositadamente, das brincadeiras…

Estas ações podem ocorrer em qualquer ambiente, seja ele escolar, fora da escola ou na internet – cyber bulling.

Causas de bullying?

A criança que pratica bullying tem como intenção mostrar a sua superioridade face ao grupo, afirmando o seu poder junto dos pares.

O agressor é sempre uma criança que está em sofrimento psicológico e como não consegue gerir as suas emoções de modo adequado, canaliza a sua raiva/frustração para alguém que considera ser mais “fraco”. As crianças agredidas têm algumas características que as tornam “diferentes” e que as podem tornar mais frágeis, por exemplo: serem inseguras, caladas, mais altas/mais baixas do que as outras, mais gordas/mais magras do que as outras, usarem óculos ou aparelho nos dentes, terem sardas, serem de uma etnia diferente…

Consequências do bullying?

A criança ou adolescente que sofre de bullying fica mais instável, emocionalmente, chorando com facilidade e manifestando sentimentos de medo, insegurança e angústia e baixa auto-estima.

A vítima de bullying manifesta desinteresse pela escola, isola-se, poderá ter ataques de pânico e ansiedade, comportamentos violentos e alterações físicas, como dificuldades para dormir, distúrbios alimentares e até mesmo consumo de álcool e drogas ilícitas.

A longo prazo, a vítima de bullying demonstra dificuldade em se relacionar com pessoas, pouca capacidade para manter um relacionamento amoroso, dificuldade na tomada de decisões, tendência à depressão, baixa auto-estima e pouca rentabilidade no trabalho devido a falta de confiança.

 

É importante o adulto estar atento aos sinais de alerta para que a criança possa ter acompanhamento psicológico, desde cedo, fortalecendo-se emocionalmente, de forma a evitar consequências mais graves na vida adulta.

 

 

 

Tags bullying causasbullying crianças bullingconsequências depressão cyberbullying
Ativo

Portes Grátis

Compras >50.00

Ativo

Cartão Cliente

Vantagens